Um pouco sobre Héstia

domingo, 29 de agosto de 2010

| | | 2 comentários
    Uma profecia dizia que um filho de Cronos o destronaria, assim como ele fez com Urano. Com medo do futuro ele passou a engolir os filhos. A primeira a nascer e ser engolida foi Héstia, assim ele fez com todos os outros filhos que nasceram dali em diante. Mas Réia farta dessa situação salvou Zeus que mais tarde veio e fez Cronos regurgitar todos os seus irmãos, a última a ser regurgitada foi Héstia.


    Héstia é portadora de grande formosura e por isso despertou o amor de Apollon e Posídon, os dois estavam a cortejá-la, mas Héstia não queria isso, e jurou virgindade perante Zeus.

    Ela preferiu dedicar sua existência ao fogo sagrado.

    Héstia é a deusa do fogo, mas não do fogo q consome e destrói, e sim do fogo que aquece, o fogo do lar  que une as famílias.

   Por ser uma deusa com poucos mitos Héstia por vezes é esquecida ou pouco mencionada. Mas achar que ela é menos importante é um erro. Héstia recebeu de Zeus a honra de ser adorada sempre, se inicia e finaliza uma celebração sempre por Héstia.

   Antes de toda e qualquer refeição deve-se dar uma parte a ela e no final também.

   Há mitos que contam que ela cedeu seu lugar no Olimpo para Dionísio, e assim ele se tornou um Olimpío outros afirmam que ela é Olímpia.

   De fato, Héstia é uma figura muito importante no Helenismo, toda casa tinha um altar dedicado a ela, a lareira, e quando um filho se casava pegava uma tocha da lareira e levava consigo para sua nova casa, assim o fogo jamais seria apagado.

   Vejo Héstia também como uma deusa de sentimentos e emoções, ela guia a as decisões através da emoção, Héstia Boulaia (do conselho).




Um pouco sobre Ártemis

quinta-feira, 26 de agosto de 2010

| | | 0 comentários
Artemis caçadora
    Leto e Zeus viveram uma forte paixão. Essa paixão resultou na gravidez de Leto. Porém Hera soube do fato e enciumada pediu a Gaia, a mãe Terra, que não cedesse lugar para Leto dar a luz, e ainda lançou contra a deusa Píton, uma cobra gigantesca.

    Leto desesperada e sem ter pra onde ir correu por muitos dias sentindo as dores do parto até que a ilha de Delos a acolheu, porém Ílitia, a deusa dos partos que alivia as dores das grávidas estava retida no monte Olimpo por ordem de Hera, assim o parto de Leto foi muito difícil.
     A primeira a nascer foi Ártemis que desde pequena muito prodigiosa ajudou sua mãe a ter o gêmeo Apolo. Ártemis torna-se assim uma deusa dos nascimentos, e protetora das grávidas.
     Horrorizada com o parto de Apolo a pequena deusa pede para permanecer casta, para selar seu desejo jurou sobre as águas do rio Estige (rio que percorre o submundo).
     Porém aos encantos de Afrodite é muito difícil resistir e Ártemis se apaixonou perdidamente por Órion, estava disposta a quebrar o juramento quando Apolo que enciumado tramou contra a união.
     Certo dia estavam os dois (Apolo e Ártemis) na praia quando ele propôs um desafio, apontou uma forma pequena e indistinguível no horizonte e perguntou se ela como deusa da caça, poderia acertar a forma.
     Ártemis muito vaidosa não pensa duas vezes e mira certeiramente, sua flecha corta o ar com leveza e força, e atinge diretamente a forma. Porém o que ela não sabia era que a forma era a cabeça de Órion que nadava velozmente fugindo de um escorpião gigante enviado por Apolo.
    Nada foi tão triste quanto ver a dor da deusa por isso seu pai Zeus concedeu-lhe um desejo, tornou Órion e o escorpião constelações, e até hoje no céu Órion foge do escorpião.
     Assim Ártemis permaneceu pura e nunca mais se apaixonou por nenhum outro.
    Ártemis também é a deusa da noite enluarada, Ela representa a suavidade da luz da lua, rainha dos bosques ela os percorre com seu séquito de ninfas todas as noites.


Alguns dos epítetos dela para ilustrar o que foi acima citado: Agreia (Caçadora), Agrotera (da Vida Selvagem), Delia (de Delos), Lokhia (Protetora dos Nascimentos), Parthenos (a Virgem), Phoebe (Brilhante), Phosphoros (que Traz a Luz).

Fonte

Um pouco sobre Afrodite

terça-feira, 24 de agosto de 2010

| | | 0 comentários
Mitologia

Quando Cronos cortou os testículos de Urano, estes caíram no mar, e foram envolvidos pela espuma do oceano que como um útero abrigou Afrodite, esta foi carregada até as margens de Chipre(lugar onde era mais adorada).
    Afrodite saiu do oceano com seus longos cabelos dourados e a todos que viram a espetacular cena fascinou. logo que a viram as ninfas da ilha correram para auxilia-la lhe entregando roupas e enfeitando os cabelos.
    Mais tarde Afrodite foi levada ao Olimpo e não ouve deus que não tenha lhe desejado. Mas, Afrodite era fasceira e a todos desprezava. Porém nenhum deles desistia.
    Hera que ja estava preocupada com a beleza da deusa e as escapulidas de Zeus teve uma ideia, instruiu Hefesto seu filho, que como todos queria Afrodite, á cortejá-la.
    Hefesto deu duro e consegui o amor de Afrodite, assim os dois se casaram e Hera se acalmou.
    Porém, ser uma esposa dedicada e amorosa não bastava à deusa e contrariava sua natureza de paixão e desejo, e o fato de Hefesto que entre outras coisas é o deus do trabalho, passar o dia inteiro fora de casa, não ajudava nada.
   Assim Afrodite passou a traí-lo com varios homens.
   Hefesto que amava sua esposa numa tentativa de mante-la fiel decidiu entregar-lhe muitos presentes e jóias entre eles fez para ela um cinto do ouro mais belo e polido, entrelaçado com fitas roxas, porém o cinto era magico e unido a beleza natural irrestivel da deusa, tornou-a impecavel.
    Assim Afrodite teve casos com varios deuses como Apolo, Dionísio e Hermes, e mortais como Anquises e Adônis, que mais tarde virou deus.
   
     Reflexão.

      Na atualidade Afrodite é muito incompreendida, passou a ser uma deusa doce de amor e carinho, ou então uma deusa pervertida de sexo e prostituição.
      No entanto, essa deusa é muito mais profunda e complexa, ela sim é a deusa da beleza e do amor, e tambem é do sexo, do desejo e volúpia, mas por que ser uma ou outra?
      Afrodite é uma, e tem muitos aspectos ela tambem era considerada uma deusa da vingança, por vezes associadas as Eríneas(deidades punidoras), isso é mostrado claramente nos mitos de Hipólito, Psichê e o Minotauro. Também ha epítetos dela que demonstram isso, por exemplo: Androphonos(matadora de homens), Melainis(negra), Skotia(escura) , Summakhia (Aliada na guerra) e Tumborukhos (A cavadora de túmulos).
      Então tentemos parar de ver apenas parcialmente os deuses, mas entender melhor e mais profundamente, as vezes ficamos afoitos por aprender tudo em pouco tempo, mas é melhor ir com calma e lentamente ao invés de errarmos em nosso jugamento.